TOPO
BLOG

SODOMIA ANIMAL: ATENTE-SE PARA EVITAR PREJUÍZOS EM SUA PROPRIEDADE!

10/03/21
A Sodomia, ou desvios de comportamento de machos inteiros, vem sendo considerada um grande desafio e causadora de prejuízos para os pecuaristas de corte. Este desvio comportamental faz com que os machos montem em outros machos, acarretando diversos problemas para a propriedade, como quebras de instalações, fraturas nos próprios animais, problemas de casco, perda de peso e, em casos extremos, levando animais a óbito.



Este fenômeno é muito frequente nos confinamentos, principalmente quando temos maior quantidade de animais sem castrar (animais inteiros), mas outros fatores podem desencadear a Sodomia, tais quais:
 
  • Desigualdade de biótipo: animais com chifres, mochos, inteiros, castrados, grandes, pequenos, etc.;
  • Estresse: falta de comida no cocho, animais de lotes diferentes juntos, superlotação, clima quente (estresse térmico), manejo desnecessário frequente;
  • Libido: animais inteiros tem uma libido alta e tende a montar nos outros, além do comportamento de dominância e feromônios presentes neles.
Em estudos realizados, a Sodomia apresentou prejuízos estimados em U$ 23,00/animal, não considerando apenas o trabalho adicional, como, também, o manejo de piquetes, perdas de ração, lesões e injúrias, instalações adicionais, estresse e perturbação dos outros animais do lote.



Dentre as principais medidas para tentar amenizar a Sodomia estava a castração, pois havia uma drástica diminuição dos desvios comportamentais dos animais, porém, comprometia o desempenho em cerca de 10 a 15% a menos no ganho de peso, comparando com bois inteiros. Ademais, a castração pode induzir o animal ao estresse, causar infecções e miíases, comprometendo o bem-estar do rebanho. Logo, esta prática deixou de ser vantajosa.

Para reverter isso, novas técnicas vêm sendo adotadas e mostrando grandes resultados, como a Homeopatia Animal. Esta técnica atua na redução do estresse animal, da libido e no equilíbrio dos níveis de testosterona. Além disso, apresenta uma facilidade de aplicação (via dieta do confinamento), pode ser administrado a animais em regime de pastagem, semi-confinamento ou confinamento e, o melhor, não deixa resíduos químicos na carne destes animais. Por fim, por agir de forma natural, os medicamentos homeopáticos surgem como uma oportunidade de se ter animais inteiros mais calmos, com alto ganho de peso e, consequentemente, trazer mais resultados para os pecuaristas e para o bem-estar do rebanho.

Uma solução para este tipo de comportamento é o Homeo-Vita Sodomia + Antiestresse, que teve seus resultados comprovados diversas vezes. Você pode conferir um desses assistindo abaixo o depoimento do pecuarista Jamil Bissoli Basso, de Santa Rita do Araguaia/GO: clique aqui.

É importante ter em mente que, além do uso de medicamentos homeopáticos, outros fatores devem estar em consonância para a redução da Sodomia, como:
 
  • Separação dos animais que foram montados em um lote à parte;
  • Monitoramento da alimentação para evitar disputa por espaço no cocho;
  • Verificação da lotação dos currais.
Esperamos que este conteúdo sobre Sodomia Animal em confinamentos possa ter ajudado você. Lembre-se sempre de que o melhor diagnóstico é o do médico veterinário.

A Homeo-Vita oferece a todos os clientes assistência profissional, para garantir a utilização adequada dos produtos e atingir os resultados desejados pelo pecuarista – fale conosco e receba atendimento personalizado.